O FC Porto avançou com participações disciplinares contra os futebolistas do Sporting Matheus Reis e Sebastián Coates, por incidentes ocorridos no jogo de sábado, para a terceira jornada da I Liga, anunciaram hoje os ‘dragões’. A decisão surge já depois de uma tomada de posição de Francisco J. marques, diretor de comunicação dos azuis e brancos.

"O FC Porto avançou com participações disciplinares contra Matheus Reis e a Sebastian Coates na sequência de agressões no clássico do último sábado em que ambos foram protagonistas", informaram os campeões nacionais, em comunicado publicado no sítio oficial na Internet.

Na mesma nota, os 'dragões' explicaram as razões que levaram o clube a avançar com estas participações disciplinares: “O defesa brasileiro [Matheus Reis] agrediu um jovem apanha-bolas com a cabeça ao minuto 34 sem qualquer antecedente que pudesse motivar tal ação. O ‘capitão’ uruguaio dos lisboetas [Coates] calcou intencionalmente Evanilson, após este ter feito o primeiro golo do ‘clássico’, aos 42 minutos, de forma a tentar causar mazelas no avançado ‘azul e branco’”.

A formação treinada por Sérgio Conceição isolou-se no sábado, à condição, no topo da I Liga, ao bater o Sporting, por 3-0, no primeiro ‘clássico’ da época 2022/23, com golos de Evanilson (42 minutos), Matheus Uribe (78) e Galeno (86), os dois últimos de penálti.

O FC Porto soma nove pontos, resultantes de três vitórias em outras tantas jornadas, e prepara a visita ao recém-promovido Rio Ave, aprazada para domingo, às 20:30, no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde, em partida relativa à quarta ronda da prova.

Reveja aqui os lances em questão:

Caso Matheus Nunes com apanha-bolas

Caso Coates com Evanilson

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.