O FC Porto venceu hoje o Belenenses SAD por 4-0, em jogo da 34.ª e última jornada da I Liga, terminando a época com uma goleada e no segundo lugar, de acesso direto à Liga dos Campeões. A equipa de Sérgio Conceição, que chegou à 150.ª vitória na prova, adiantou-se no marcador por Taremi, aos 14 minutos, ampliando a vantagem aos 28, por Grujic. Na segunda parte, Toni Martínez (50) fez o terceiro e Diogo Leite (81) fechou a contagem.

Com este triunfo, o terceiro consecutivo, os azuis e brancos fecham a época com 80 pontos, enquanto o Belenenses SAD, já com a manutenção garantida, sofreu a sua derrota mais pesada no campeonato e está à condição em 10.º, com 40 pontos.

Já com o segundo lugar assegurado, o FC Porto apresentou apenas uma mudança no onze em relação à última ronda, com Sérgio Oliveira a entrar para o lugar do castigado Uribe. Já Petit mudou três peças na equipa inicial do Belenenses SAD: saíram Tiago Esgaio, Yaya Sithole e Chico Teixeira e entraram Diogo Calila, Afonso Taira e Silvestre Varela.

A equipa portista entrou mais pressionante, à procura de espaços entre os defesas azuis, mas acabou por beneficiar de um erro gigante de Silvestre Varela para inaugurar o marcador, aos 14 minutos. Depois de um passe longo de João Mário, o jogador do Belenenses SAD parecia ter o lance controlado, mas perdeu a bola para Otávio já na área, com este a servir Taremi, que só teve de encostar.

Os azuis tentaram responder aos 22' com Cassierra a atirar ligeiramente ao lado da baliza de Marchesín. No entanto, foram os dragões a chegar novamente ao golo (28'). Cruzamento atrasado de João Mário e Grujic, na passada, a rematar com muita força e sem hipótese para Kritciuk.

O resultado não desanimou o Belenenses SAD, bem pelo contrário. A equipa de Petit aproveitou a desvantagem para se soltar no terreno e ameaçar a baliza de Marchesín. Aos 30' Varela atirou ao poste, Miguel Cardoso viu o guardião do FC Porto negar-lhe o golo e Tomás Ribeiro procurou um desvio perigoso que não aconteceu.

Já perto do intervalo, Toni Martínez foi apanhado em fora de jogo após fugir à defesa do Belenenses SAD - Kritciuk levou a melhor no duelo - mas foi dele o 3-0 a abrir a segunda parte, após uma recuperação de bola de Taremi. Cafu Phete ainda reclamou uma suposta falta do iraniano, mas em vão.

Aos 54' Mateo Cassierra rematou em boa posição, mas Pepe afastou o perigo com um belo corte. O jogo estava bastante confortável para o FC Porto, dando possibilidade a Sérgio Conceição de mexer na equipa - entraram Fábio Vieira, Evanilson, Francisco Conceição, Romário Baró e Carraça.

Os dragões ainda chegaram à goleada com uma jogada 'made in' Olival: na cobrança de um livre, Fábio Vieira cruzou para Diogo Leite (82'), no centro da área, cabecear para o 4-0 e fechar as contas na vitória 150 de Sérgio Conceição.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.