Diogo Abreu, médio de 19 anos, terminou contrato com o FC Porto e deixou os dragões para rumar ao Sporting. No entanto, os leões poderão vir a ter de pagar ao rival azul e branco pela contratação do jovem centrocampista.

Para exigir um pagamento ao Sporting, o FC Porto baseia-se no facto de os regulamentos referirem que, se um jogador com idade inferior a 24 anos não aceitar a renovação com o clube no qual for formado, vinculando-se a outro clube, o emblema que o formou tem o direito de pedir uma indemnização.

Segundo escreve esta sexta-feira o jornal 'O Jogo', no caso de Diogo Abreu o FC Porto exige ao Sporting qualquer coisa como 1,3 milhões de euros.

Segundo os regulamentos, para que possa pedir a referida indemnização, o clube formador - no caso o FC Porto - terá de ter manifestado até 31 de maio do ano em que o contrato termina a intenção de renovar o vínculo e enviar até 11 de junho um comprovativo dessa proposta de renovação à Liga de Clubes e ao Sindicato dos Jogadores.

A mesma publicação acrescenta que também em relação ao lateral Leandro Dias, que vai deixar os dragões a custo zero para se mudar para o SC Braga, os dragões vão agir de igual modo e, no caso, exigir uma indemnização de 110 mil euros ao clube minhoto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.