A Académica adiantou-se no marcador aos 66 minutos, por Edinho, que aproveitou uma desmarcação de Adrien para rematar sem hipóteses para Paulo Lopes.

Já reduzida a dez unidades, a equipa de Pedro Emanuel sofreu o golo do empate aos 86 minutos, quando Carlos Fonseca aproveitou um passe de Miguel Pedro dentro da área para rematar sem oposição.

A Académica cedo se instalou no meio-campo do Feirense, fazendo circulação de bola e aproveitando alguma passividade dos pupilos de Quim Machado. No entanto, a equipa da casa acabou por equilibrar o jogo a partir dos 15 minutos.

A primeira parte foi quase sempre marcada pela apatia e pela falta de ideias das equipas nas iniciativas ofensivas.

Registam-se apenas os remates de Habib (08 minutos), que obrigou Paulo Lopes a uma grande defesa, e o de Buval (43), com a bola a parar nas mãos de Peiser.

Na segunda parte o Feirense foi mais acutilante e dominou a Académica. Miguel Pedro criou perigo aos 54 minutos num remate que acabou por sair fraco.

Apesar da pressão do Feirense, seria a Académica a chegar à vantagem aos 63 minutos. Adrien desmarcou Edinho na área, que, descaído sobre a esquerda, rematou forte e sem hipóteses para Paulo Lopes.

A equipa de Pedro Emanuel ficaria reduzida a dez unidades aos 67 minutos, quando Hélder Cabral protestou o cartão amarelo mostrado por Cosme Machado, recebendo por isso ordem de expulsão.

O Feirense soube aproveitar a vantagem numérica, encostando a Académica à sua defesa. Com vários cruzamentos para a área, os anfitriões chegariam ao empate num desses lances.

Ao minuto 86, Serginho colocou a bola em Miguel Pedro, que já dentro da área serviu Carlos Fonseca, rematando para o golo em zona frontal à baliza.

O jogo terminaria com intensa pressão do Feirense, mais com o coração do que com a cabeça.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.