A Federação Portuguesa de Futebol oficializou hoje a renovação de contrato com Fernando Santos por mais quatro anos, e o selecionador nacional aproveitou para agradecer publicamente por todo o apoio que recebeu de Fernando Gomes na histórica caminhada no Euro2016.

"Os agradecimentos fazem-se de uma forma natural e gostaria de realçar a importância do presidente da Federação na gestão e no plano estratégico desta direção sempre muito presente e forte. Poderá parecer que é um low profile por excelência mas foi uma presença constante ao longo destes anos", começou por dizer Fernando Santos sobre a importância do presidente Fernando Gomes para o sucesso da seleção.

"Acordámos que no fim do Euro2016 voltariamos a falar sobre o assunto da renovação. A seguir ao jogo da Austría, o presidente mais uma vez não balançou ao contrário de outras pessoas, e durante o jantar após o jogo disse-me uma coisa que nunca me vou esquecer - 'não te esqueças que conto contigo para os próximos quatro anos'. Havia muita gente desconfiada, e ele disse-me que ia estar connoco até lá e isso marcou-me, a sua presença e as suas palavras ao longo do Euro", acrescentou o selecionador nacional.

"O processo correu normal, combinámos que no Algarve íamos ter uma conversa durante as férias, porque isto foi tudo um processo cansativo depois do Euro2016 porque foi uma emoção muito forte e era preciso descarrgear esta adrenalina, sentarmo-nos em casa para tomar café e acábamos por chegar a acordo para mais quatro anos", revelou o selecionador nacional sobre o processo de renovação.

"Não me foi pedido nenhum objetivo concreto, o presidente sabe que os meus objetivos são trabalhar mais e mais e mais. Temos uma palavra-chave desde o primeiro dia que é 'ganhar', não me foi pedido nenhum objetivo, nem do dia em que eu cheguei", acrescentou Fernando Santos sobre os próximos objetivos depois de conquistar o título europeu.

"Quem estrutura os objetivos é o presidente, depois a mim cabe-me ajudar para servir bem Portugal. Pressões? Eu não tenho pressões, já não tenho idade para isso, tenho é obrigações, e temos a noção exacta daquilo que temos da responsabilidade pela vitória. Não é mais do que isso, somos campeões da europa, ponto final parágrafo. Apenas dá-nos os estatuto de chegar ao próximo campeonato da europa para defender o título", frisou Fernando Santos.

"Disse que ia estar aqui até ao fim, se eu tivesse medo já não estava aqui, para além disso tenho quatro cães, não há disso no meu dicionário", atirou o técnico sobre os próximos desafios de Portugal.

Questionado sobre a aposta nos jovens jogadores, Fernando Santo deixou ainda a garantida de que irá continuar a apostar em jogadores independentemente da idade.

"Aquilo que eu prometo é trabalho, foi isso que eu sempre prometi, mas isso é a missão normal de qualquer treinador, esta promessa asseguro aos portugueses: a FPF vai lutar pelos objetivos. Não sei qual é a dúvida de apostar nos mais jovens, não sei fazer revoluções, sei é que a seleção vai continuar a estar aberta a todos os jogadores nacionais independentemnet da idade e de onde jogam e que vou escolher sempre os melhores jogadores que serviam os interesses da seleção", sentenciou Fernando Santos sobre o assunto.

Recorde-se que novo vínculo entre a FPF e Fernando Santos, que conquistou recentemente o Euro2016, vigorará até ao Euro2020, coincidindo com o final do mandato da atual direção da Federação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.