Domingos Paciência não se arrepende da passagem pelo Sporting, apesar de ter deixado o clube a meio da temporada.

Para o antigo treinador dos leões, a gratidão pela experiência de treinar em Alvalade é o sentimento que fica. «Foi um orgulho estar à frente de um clube com a dimensão e os adeptos extraordinários do Sporting. Só tenho que agradecer a porta que me abriram e o momento que me proporcionaram».

Em entrevista à RTP, o técnico português recusou-se a comentar o seu processo de saída do emblema leonino. «Não gostaria nem vou entrar em pormenores. O respeito deve ser mútuo».

Por fim, Domingos Paciência assumiu estar em conversações com outros clubes para a nova época, mas ainda não encontrou o projeto correto. «Discuti condições com outros clubes mas apenas o Olympiakos se tornou público. Não tenho chegado a acordo em termos de projeto», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.