"Este é um passo importante na modernização dos processos da FPF e do próprio futebol. Este sistema permite romper com o tradicional sistema de transferências, com um avanço e uma melhoria dos processos, aliando uma maior rapidez à transparência", disse João Leal, o responsável jurídico da FPF.

O TMS (Transfer Matching System) entrou em vigor a 05 de Outubro e é obrigatório para todos os clubes e federações nas transferências internacionais de jogadores.

"Hoje, a FPF enviou o primeiro certificado internacional electrónico para a nossa congénere chilena. Está iniciada assim uma nova era com a entrada das novas tecnologias de informação nos processos de transferência", afirmou.

João Leal diz que "agora é possível aos clubes, por exemplo, acompanhar o processo da transferência on-line".

Segundo o jurista, o Transfer Matching System visa também garantir que as autoridades do futebol disponham de mais informações relativamente a cada transferência, bem como aumentar a transparência de todas as transacções, o que aumentará a credibilidade e a reputação de todo o sistema de transferências.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.