Francisco J. Marques abordou a contratação alegadamente abortada de Fábio Coentrão. Em declarações ao Porto Canal, o diretor de comunicação dos 'azuis e brancos' destacou o comunicado do lateral esquerdo, divulgado esta quinta-feira, no qual garantiu que nunca recebeu nenhuma proposta, "direta ou indireta", do FC Porto.

"Hoje mesmo, o Coentrão fez um comunicado nas redes sociais em que é ele próprio a assumir que não recebeu nenhuma proposta. Foi dado como certo, depois essas mesmas pessoas já o davam como não certo… Ainda bem que ele o fez", começou por dizer Francisco J. Marques.

Coentrão chegou a ser dado como certo no FC Porto, o que motivou a contestação da claque Colectivo Ultras 95. Horas depois, surgiu a notícia de que o negócio tinha caído, mas Francisco J. Marques nega qualquer influência por parte das claques afetas ao clube.

"Até uma das nossas claques fez um comunicado a dizer que não queria e logo apareceram pessoas a dizer que o clube era gerido de fora. Se fossem as claques a decidir as contratações, o FC Porto teria contratado o Fábio Coentrão, porque os Super Dragões, a claque que tem maior expressão no clube, eram a favor", frisou.

"Fábio Coentrão é um grande profissional. Desejamos grande futuro para Fábio Coentrão na sua carreira, que não vai passar no FC Porto", finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.