O uruguaio Fucile falou aos jornalistas em superflash, ainda antes do treino, no relvado do Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival. O futebolista anteviu um jogo "difícil" com o Nacional, mas acredita que o FC Porto, mesmo sem Hulk, vai jogar "de forma a conquistar os três pontos".

Fucile considera o Nacional uma equipa "forte", como atesta o empate com o Sporting (1-1), na 1ª jornada da Liga, mas o FC Porto, com todo o respeito que mereça o adversário, ainda por cima a jogar em casa, "vai querer vencer".

Sobre a ausência de Hulk, Fucile avisa que "Hulk é uma peça importante do FC Porto, mas há jogadores preparados para o substituir e estou certo de que o vão fazer da melhor forma”.

Ainda em entrevista aos presentes na superflash, Fucile recordou o jogo do passado domingo, contra o Paços de Ferreira, «sabíamos que o jogo ia ser difícil. A Mata Real é um campo pequeno e o Paços de Ferreira pressiona muito bem. Além disso, tratou-se do terceiro confronto consecutivo entre as duas equipas. Eles já conheciam as características dos nossos jogadores e estudaram bem a melhor forma de pará-los. Foi uma partida fechada e bem disputada.» O jogo terminou com empate a um golo.

A ausência forçada de Rodriguez, que falhou a ronda inaugural, foi também abordada por Fucile, que considerou preferível o seu compatriota, que "está a passar um momento difícil", "só vai regressar quando estiver a 100 por cento".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.