Nicolás Castillo continua sem espaço no onze de Rui Vitória mas nem por isso desiste de triunfar na Europa. O avançado chileno quer mostrar o seu valor mas, para já, está colocada de parte a hipótese de voltar ao futebol mexicano.

"É impossível. Não há equipas mexicanas que nos tenham ligado a perguntar pelo Nico. Não é altura para regressar, isso chegará no devido momento. A ideia de Castillo e toda a sua equipa de trabalho é triunfar na Europa e agora estamos focados nisso", frisou Arturo Jiménez, representante do avançado, ao diário mexicano Récorde.

Do México não faltam pretendentes. O jornal OJogo avança que oferecia 13 milhões de euros pelo jogador, ao passo que o América dava 10,5 milhões. Mas Castillo prefere a Europa.

"Quero mostrar por que razão cheguei ao Benfica. Para mim, é importante crescer a nível físico, futebolístico e tático. E isso está tudo na cabeça", disse o ex-avançado do Pumas, num excerto de um documentário, produzido pela 24 Films Sports, sobre a sua carreira.

Nicolás Castillo soma apenas 180 minutos em todos os jogos esta temporada, distribuídos por oito jogos. Uma fase difícil mas que tem conseguido ultrapassar com ajuda da família.

"Em momentos difíceis, como o que estou a passar agora no Benfica, no qual não estou a jogar muito, [a família] é de vital importância. Dá-me, com a sua presença, muita força para continuar a lutar pelo que quero aqui [em Portugal]", explica o chileno de 25 anos.

Escreve o jornal OJogo que há vários clubes europeus interessados em Castillo, pelo que uma saída já neste mercado de janeiro é uma possibilidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.