"O jogo tornou-se difícil. Sofremos um golo quando não esperávamos. Depois tentámos marcar logo mas não foi possível. Temos a consciência de que perdemos dois pontos em casa." As palavras de Freddy Guarín são o reflexo da frustração portista pelo resultado desta noite, que atrasou os dragões na corrida pelo título.

O FC Porto volta a jogar já na terça-feira, frente ao Apoel, numa partida considerada por Guarín como ideal para a resposta a esta 'escorregadela'. "Agora há que levantar a cabeça e olhar em frente. Queremos fazer um grande jogo e vencer em Nicósia", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.