Rúben Amorim foi o jogador escolhido para antever o encontro com a formação da Vila de Conde na 14ª jornada da I Liga, mas a actual situação do clube da Luz continua a ser destaque nas perguntas dos jornalistas.

“Ainda temos um ano de trabalho, fomos campeões. Mudar de treinador a meio da época é sempre mau, ainda para mais quando o trabalho é bem feito. Temos de confiar no trabalho do treinador”, afirmou Rúben Amorim, antes da sessão de treino dos encarnados no Seixal.

O médio do Benfica aproveitou ainda para elogiar o recente apoio do seu presidente, Luís Filipe Vieira, ao técnico Jorge Jesus.

“É sempre bom ouvir o presidente a dar esse apoio, quer ao treinador, quer à equipa. Estamos a melhorar e no bom caminho", realçou Amorim.

Mesmo demonstrando confiança no treinador Jorge Jesus, Rúben Amorim admite que o Benfica “não está ao mesmo nível que o ano passado”.

“Não estamos a alcançar os resultados que queríamos. Só podemos melhorar dentro do campo, não podemos fazer nada sobre a instabilidade que dizem existir entre o presidente, o treinador e até os sócios. É normal que estejam descontentes. Nós também estamos”, sublinhou.

Amorim defendeu que as saídas de Di Maria e Ramires nada têm a ver com o menor rendimento do clube, até porque seria "a falar contra a qualidade do grupo".

O Benfica recebe, este sábado, o Rio Ave de Carlos Brito, às 17 horas, no Estádio da Luz, em jogo a contar para a 14ª jornada, a última antes da paragem de Natal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.