"Estou melhor, tudo foi pensado e já estava bem planeado para voltar em condições plenas para ajudar o FC Porto", explicou Helton, no 'flash interview' após o encontro de Guimarães.

O guarda-redes portista recusou a ideia de ter existido qualquer atrito com o técnico pela sua ausência no último jogo. "É ate complicado falar, pois quero jogar sempre, mas procuro ver pelo lado positivo. O mister optou por deixar-me de fora e não há problema."

"O objectivo maior é ajudar o FC Porto e não cabe a mim escolher. A concorrência não vai tirar o sono a mim, ao Beto ou ao Nuno, mas sim ao professor Jesualdo", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.