Helton Leite, guardião do Benfica, abordou a possibilidade de poder ser chamado à seleção do Brasil.

Durante o podcast 'Defende os Teus sonhos', o jogador de 30 anos mostrou-se orgulhoso por poder defender a baliza do Benfica.

"O desporto em minha casa era algo muito natural. Sou o irmão mais novo e desde cedo fomos inseridos no desporto. Cada um foi traçando o seu caminho. A minha irmã mais velha foi para o vólei, tal como a minha mãe; a minha irmã mais nova foi para a ginástica rítmica, e eu desde cedo jogava futebol, futsal e vólei, muito incentivado pela minha mãe", começou por recordar o jogador.

"Agradeço a Deus por jogar no Benfica. Um clube tão histórico, tão vencedor. É um orgulho enorme entrar todos os dias no Seixal ou no Estádio da Luz. Dá-me vontade de dar o máximo e de cada dia melhorar para colocar este clube no caminho dos títulos e das vitórias."

Chamada à seleção brasileira. "Quando se está num clube enorme como o Benfica, isso vai ser cogitado. Mas estou focado nos processos do dia-a-dia do clube. Porém, sei que se continuar a trabalhar e a colocar o clube no lugar das vitórias, poderá acontecer de uma forma natural. Estou aberto a isso, desejo muito, mas ao mesmo tempo sei que vai ser algo natural pela grandeza do Benfica."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.