O treinador do Famalicão, Ivo Vieira, admitiu hoje que não esperava que a equipa estivesse a lutar por um lugar nas competições europeias na 34.ª e última jornada da I Liga de futebol, na qual defrontará o Moreirense.

Para que os famalicenses consigam alcançar um lugar que permita chegar às provas europeias só existe um cenário possível: vencer o jogo com o Moreirense e esperar que Vitória de Guimarães e Santa Clara percam os seus, com o Benfica e o Farense, respetivamente.

Ivo Vieira garantiu que o foco, desde que chegou ao clube famalicense, passava por conseguir sair dos últimos lugares e garantir, o mais depressa possível, a permanência. E, por isso, nunca pensou mais além.

"Se dissesse que acreditava era um grande mentiroso. Obviamente, aquilo que me foi proposto, perante a situação que o Famalicão estava na altura, era conseguir sair da posição que estava. Essa era a prioridade. Foi um objetivo que conseguimos. Depois dos pontos somados deu para que neste momento possa haver essa possibilidade. Mas obviamente que não imaginava que isso pudesse acontecer, porque vinha com um foco, um objetivo. Depois de as coisas acontecerem é fácil falar. Mas temos que ser realistas", admitiu o técnico.

Mesmo assim, Ivo Vieira garantiu que é preciso correr atrás "da ambição", deixando de parte "a ganância".

"Vamos deixar sempre de parte a ganância e vamos correr atrás da ambição. É isso que nos move para este último jogo. Queremos conseguir somar os três pontos. E isso é a única coisa que está em jogo. Perante aquilo que acontecer pode dar-nos uma posição ou outra. Mas nunca entrar na questão da ganância, porque não sabemos o que os outros vão fazer. Mas sim ser ambiciosos perante o que queremos e podemos fazer, que é ganhar o nosso jogo. O resto é o que a tabela ditar", concluiu.

O treinador defendeu que este é o melhor momento do Famalicão desde que chegou ao clube e explica-o com os resultados.

"Nunca tínhamos tido duas vitórias. Chegamos neste momento a atingir três seguidas. Poderemos e vamos ter que trabalhar muito para atingir a quarta. É para isso que vamos a jogo. E perante os resultados e a soma de pontos podemos considerar uma fase muito boa ou mesmo a melhor fase do Famalicão", concluiu.

Ivo Vieira chegou ao Famalicão no início de março, sucedendo a Silas, numa altura em que a equipa estava na penúltima posição do campeonato. Sobre o que mudou, o técnico não tem dúvidas.

"Foram os resultados. Para atingi-los tivemos que mudar comportamentos, estratégias. Está tudo associado. Tudo está na mesma caixa. Foi importante os jogadores acreditarem, confiarem, trabalharem. Foram todos os aspetos para serem melhores e mais fortes para saírem da situação que saíram, com muito mérito. Esse mérito está nos atletas porque desempenharam em cada jogo o melhor", concluiu.

O Famalicão, na oitava posição, com 40 pontos, joga na quarta-feira, às 20:00 horas, em casa do Moreirense, no 10.º lugar, com os mesmos pontos, na última jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.