Ivo Vieira afirmou hoje que o Vitória de Guimarães quer "controlar e vencer" o jogo com o Tondela, formação que espera "competitiva" e "bem organizada", para a sexta jornada da I Liga.

Após a derrota europeia com os belgas do Standard Liège (2-0), na quinta-feira, a turma de Guimarães, 10.ª classificada da I Liga, com seis pontos, quer alcançar o segundo triunfo no campeonato em Tondela, domingo, mas o técnico avisou que o opositor, sexto, com oito pontos, sete deles amealhados fora de casa, está "motivado".

"O grande objetivo é amealhar os três pontos, fundamentais. Do outro lado, temos uma equipa competitiva, bem organizada, que, nos jogos fora, tem dado uma resposta muito positiva em termos de resultados e de golos obtidos. Em casa, não tem sido tão forte. Queremos controlar o jogo a todo o custo e marcar mais golos do que o Tondela", realçou, na antevisão à partida.

A equipa beirã, acrescentou Ivo Vieira, tem potencial para "criar imensos problemas" à sua equipa, tanto "na organização ofensiva, como nas transições", por ter "jogadores rápidos e muito técnicos", mas prometeu uma equipa disposta a "combater" esses atributos, para "tirar vantagem do jogo".

Com dois dias para preparar o jogo, o ‘timoneiro' dos vimaranenses admitiu que o ‘onze' apresentado na Bélgica vai ser alterado, já que o plantel conta com jogadores sempre a trabalhar "à procura de espaço", um esforço que merece "ser recompensado de forma justa", desde que isso "não crie desequilíbrios na equipa”.

Ivo Vieira afirmou que os treinos de sexta-feira e da manhã de hoje visaram, sobretudo, a recuperação física de vários dos elementos do plantel, mas recusou desculpar um eventual resultado negativo em Tondela com a "falta de tempo para preparar os jogos".

"É fácil proteger-me em relação ao ‘timing', mas não vou entrar nessa linha, porque quero ser mais competente, crescer como treinador e ser melhor a cada dia. Se nós, treinadores, pedimos para jogar mais, então temos de ter a capacidade para nos adaptarmos e dar respostas positivas", defendeu.

Questionado sobre a necessidade de maior concentração na equipa, face aos golos sofridos por erros individuais nos últimos dois jogos – Desportivo das Aves (triunfo por 5-1) e Liège -, o técnico reiterou que, por vezes, "os melhores cometem erros", tendo assumido a responsabilidade por esses golos.

"Para haver um golo, tem de haver sempre um comportamento menos adequado de quem defende e mérito de quem ataca. Só há aqui um responsável: sou eu. Eu é que passo aos jogadores o jogo que pretendo e que acredito em que eles vão ser mais competitivos", salientou.

O Vitória de Guimarães, 10.º classificado, com seis pontos, defronta o Tondela, sexto, com oito, em partida agendada para as 18:00 de domingo, no Estádio João Cardoso, em Tondela.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.