Em entrevista à Antena 1, Rui Alves diz que já deveria ser presidente da Liga de Clubes. Na sequência da vitória de Mário Figueiredo à presidência da Liga de clubes, o dirigente do Nacional da Madeira interpôs um processo – em conjunto com o União da Madeira – com o objetivo de impugnar a vitória conseguida por Mário Figueiredo.

Para o presidente dos “alvinegros”, esta situação “é uma agonia" acrescentando depois: “não há dúvidas nenhumas [em relação ao processo apresentado por si], o meu recurso foi acompanhado pela supervisão de José Manuel Meirim, especialista em direito desportivo, e é completamente legal”.

Para o dirigente, a providência cautelar apresentada por Mário Figueiredo que tem como objetivo anular a decisão do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) apenas serve para atrasar a decisão final de ser marcado um novo ato eleitoral.

“Esta providência não tem qualquer cabimento. A Federação [Portuguesa de Futebol] não recebeu qualquer notificação e isso é algo que é estranho. Significa que ela deve ter sido mal escrita. Não vejo outros motivos para a apresentação deste documento a não ser o adiamento do processo”, começou por dizer o dirigente.

“Se o protesto apresentado pelo Nacional e pelo União [da Madeira] na Assembleia Geral tivesse tido provimento, eu já devia ser presidente nesta altura. Neste momento poderia estar a falar com o presidente [da Liga de Clubes]”, atirou.

Rui Alves comentou ainda os rumores que apontam José Peseiro como sucessor de Paulo Bento no comando técnico da seleção portuguesa. “Veria com muito agrado. O José Peseiro trouxe o Nacional da segunda divisão B até à 1.ª liga e é um treinador de referência na historia do clube. Claro que me agradaria, entre várias opções. Portugal ficaria muito bem servido com um profissional de enorme competência como é o José Peseiro”, garantiu o dirigente madeirense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.