O treinador do Benfica fez esta terça-feira a antevisão do jogo da 16ª jornada com o Marítimo, e garantiu que todo o plantel encarnado tem consciência das dificuldades que o conjunto comandado por Ivo Vieira vai trazer para o Estádio da Luz. No entanto, o técnico encarnado assume que independentemente do adversário na Luz há sempre obrigação de vencer.

"Espero um Marítimo de qualidade, como tem sido norma nos últimos anos. Tem jogadores que nos pode causar problemas - a nós e a qualquer equipa, como provou contra o FC Porto. Mas independentemente do nosso adversário, a nossa preocupação é preparar a nossa equipa para ganhar", começou por dizer Rui Vitória sobre o jogo de quarta-feira.

Questionado sobre as exibições irregulares do Benfica esta época, e sobre as vitórias alcançadas nos últimos instantes de jogo, o técnico encarnado desvalorizou a pergunta e lembrou que no final da época é que se fazem balanços.

"É evidente que já tivemos jogos bons e outros menos bons. Nós e qualquer equipa. Já estivemos fora do campeonato da vossa parte, mas o que é certo é que estamos dentro. No final é que se fazem as contas e os balanços", atirou o técnico encarnado.

"Primeiro, porque os jogadores acreditam até ao final. O desgaste no adversário pela forma como jogamos. É eventualmente a nossa falta de capacidade antes. Nós no limite para ganhar um jogo talvez só em Guimarães. Ela precisa é de entrar, seja no início ou no fim", acrescentou o treinador do Benfica.

"É muito subjetivo. Se calhar houve equipas que já ganharam pontos no limite dos jogos, outras que mereciam e que não ganharam. Agora, não há nenhuma equipa que possa dizer que foi arrasadora do que outras. Mas se quiserem, por exemplo, o Benfica esta época só ganhou dois jogos pela margem mínima. Nessa ordem de ideias até houve um maior desnível em relação aos adversários. Mas isso não me diz que eu estou melhor que os outros", disse ainda Rui Vitória sobre a questão das vitórias alcançadas nos instantes finais.

Em relação à luta pelo primeiro lugar, Rui Vitória disse também que ainda há muito campeonato, e que por isso os adeptos têm de ter calma, pois nada está perdido.

"Não vejo que haja algo que se possa retirar. A nossa preocupação é ganhar: primeiro porque já joguei bem e perdi e não gosto dessa sensação. O grande foco é ganhar! Estamos a quatro e a dois e muitos pontos vão ser perdidos. Calma", frisou Rui Vitória.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.