Jorge Jesus está a viver o primeiro desafio como treinador no estrangeiro, mas admite voltar a orientar qualquer clube em Portugal.

"Não fecho a porta a nenhum clube em Portugal. A minha certeza é que quando sair da Arábia regresso a Portugal. Como é óbvio não fecho as portas a ninguém. A administração do Al-Hilal fez um acordo comigo a impedir-me de ir para países próximos. Isso não foi problema para as negociações. Tenho essa cláusula e não me importei porque sei que nunca sairia da Arábia para a China… as minhas ideias são outras… Reforço: Não fecho as portas a nenhum clube em Portugal", disse o técnico em entrevista a A Bola TV.

Jesus falou ainda da passagem pelo Sporting, clube que deixou para representar o Al-Hilal.

"Deixei um legado no Sporting que não tinha antes de eu lá chegar. Organizei uma estrutura com muita qualidade de trabalho, que hoje tem o José Peseiro. Deixei em Alvalade o meu know-how embora não tenha atingido o objetivo de ser campeão, mas andei muito próximo. Deixei no Sporting jogadores com muito potencial, que hoje valem milhões. Gerámos riqueza. Quando lá cheguei tínhamos alguns bons jogadores que soube aproveitar, como Rui Patrício, William, Adrien, João Mário e Slimani. Fomos buscar mais alguns jogadores, por exemplo, Guttierrez, Coates, Brian Ruiz, Rúben Semedo, e voltámos a dar ao Sporting a esperança de conquistar títulos. Era uma equipa muito forte, com orgulho. Demonstrámos ao mundo todo o valor do futebol português. Isto para mim são títulos… mas a verdade é que o título mais importante não conquistei pelo Sporting, que é campeonato nacional. Pensava que em três anos conseguia ser campeão…", referiu.

Questionado sobre a possível candidatura de Bruno de Carvalho à presidência do clube 'leonino', Jorge Jesus acabou por contar que tentou anular a sua cláusula de confidencialidade com o Sporting.

"Não quero falar. Tenho uma cláusula de confidencialidade. Em primeira mão posso dizer que pedi ao presidente Sousa Cintra para olhar para que este problema seja anulado. Não sei se depende só dele… espero que possa ajudar", contou.

"Sousa Cintra fez tudo para eu regressar! Mas não houve hipótese. Hoje sei que o Sporting está numa onda positiva. Sousa Cintra está a recuperar o Sporting. Está a fazer um grande trabalho", elogiou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.