Jorge Jesus insurgiu-se contra a arbitragem de Paulo Costa, no jogo frente ao Vitória de Setúbal. O técnico leonino queixou-se dos dois golos anulados à sua equipa e elogiou a primeira parte.

Análise: "Fizemos uma grande primeira parte, com golos de muita qualidade. O V. Setúbal praticamente não nos criou problemas defensivos nos primeiros 45 minutos, controlámos o Setúbal sempre que eles tinham bola. Mas para mim ganhamos por 4-0 mas o que valeu foram só dois. Tivemos dois golos anulados, limpinhos, limpinhos. Os jogadores ficam afetados com os golos anulados porque eles sabem que os golos foram legais. Isso desmotiva um pouco. Se calhar temos de começar a fazer cinco ou seis golos para ganhar".

Adversidades: "Importa é pôr à frente a qualidade de jogo do Sporting e os golos anulados. Marcamos quatro mas só quatro valeram. Foi uma grande exibição do Sporting. Era nosso objetivo vencer um Vitória que defende bem e que já tinha tirado pontos ao Benfica e ao FC Porto e estávamos preparados para isso. Mas fomos muito fortes na primeira parte. Parabéns ao Sporting e aos seus adeptos, continuamos na luta".

Liderança na Luz: "O que importa é que temos um jogo para a Champions que é muito importante. É nisso que temos de nos focar, o resto, logo se vê."

Melhor momento com jogos decisivos: "Decisivos são todos os jogos desde a primeira jornada. Só falta um jogo de Champions, precisamos vencer ou empatar. É esse o nosso foco agora".

O Sporting venceu o Vitória de Setúbal por 2-0, em jogo da 12.ª jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.