O Moreirense regressou hoje aos triunfos na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer no terreno do Nacional, por 1-0, após 10 jornadas seguidas sem vencer.

No fecho da 28.ª jornada, a equipa de Moreira de Cónegos ganhou no Funchal com um golo de David Ramírez, aos 15 minutos, e colocou-se quatro pontos acima da zona de despromoção, embora se mantenha no 16.º e antepenúltimo lugar, à frente do Nacional.

A equipa madeirense, que vinha de um triunfo na ronda anterior, procurava trocar de posição com o adversário de hoje, mas vai continuar no 17.º posto, com 20 pontos, tantos quanto o último classificado, o Tondela.

No final do jogo, o treinador do Nacional da Madeira lamentou naturalmente a derrota com o Moreirense e abordou os próximos desafios para lutar pela manutenção.

"Fizemos uma belíssima primeira parte, conseguimos dominar mas sofremos aquele golo que deitou tudo a perder. Ficámos o resto do jogo a correr atrás e a tentar chegar ao golo. Na segunda parte jogámos muito com o coração e pouco com a cabeça. Foi um revés que temos de retificar no sábado. Temos de vencer em Tondela, ponto final", começou por dizer João de Deus à Sport TV no final da partida.

"Não podemos perder jogos, estamos numa situação aflita. O que podemos pensar é nos jogos que faltam, este passou e não conseguimos o que queríamos. Faltam cinco jogos e temos que vencer. Ficámos mais pressionados. Oxalá possamos ser mais competentes e ganhar o próximo jogo para que essa pressão desvaneça", acrescentou Joã de Deus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.