João Francisco Campos, o candidato derrotado nas últimas eleições da Académica de Coimbra, admitiu hoje voltar a candidatar-se no próximo ato eleitoral, em 2011, mas apenas tomará uma decisão final em Janeiro.

"Irei tomar uma decisão no início do próximo ano. Até 31 de Janeiro (data da sentença do processo de corrupção que envolve o actual presidente José Eduardo Simões) é extemporâneo estar a falar deste assunto", começou por afirmar, em declarações à Agência Lusa.

JFK, sigla como é conhecido o candidato derrotado pelo actual presidente, por apenas 221 votos, reiterou que "a decisão mais fácil é repetir a candidatura" e que "essa hipótese está em aberto".

"Depende só de mim e da minha vida profissional", acrescentou o ex-presidente da claque Mancha Negra.

João Campos salientou que, neste momento, com a entrada de um novo técnico, José Guilherme, "o mais importante é a estabilização da equipa”, acrescentando: “As palavras do vice-presidente Luís Godinho à imprensa local e desportiva, sobre a não candidatura de José Eduardo Simões às próximas eleições, em nada contribuem para isso".

José Eduardo Simões, no seu último ato público, na Casa da Académica de Lisboa, disse que esperar “que as próximas eleições sejam concorridas”, garantindo que, quem surgir, “vai encontrar trabalho feito".

Fora da “corrida” eleitoral está ainda o vice-presidente Luís Godinho, que pretende sair de “cena” ao lado do actual presidente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.