O gesto traduz o apoio do grupo de trabalho ao brasileiro e romeno, suspensos por quatro e seis meses, respectivamente, pela Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional na sequência dos incidentes no túnel da Luz, a 20 de Dezembro.

A pouco mais de meia-hora do início do jogo grande da jornada, o “onze” portista subiu ao relvado com t-shirts em que uma das faces apresenta a inscrição “12 Hulk” e do lado inverso o “21 Sapunaru”.

Sábado, o grupo de trabalho apresentou-se completo em conferência de imprensa para uma curta mensagem de “indignação e revolta” pelas penas decretadas.

“Estamos cada dia, a cada treino, a cada jogo mais unidos. Vamos continuar a ganhar”, resumiu na altura Nuno, um dos “capitães”.

Entretanto, o defesa Sapunaru foi emprestado aos romenos do Rapid Bucareste.

Os dois futebolistas já cumpriam uma suspensão preventiva desde 22 de Dezembro, dois dias depois do jogo em que o Benfica venceu por 1-0.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.