"Acusámos a pressão do jogo. Acabámos por sofrer dois golos em lances que eram evitáveis em alta competição e e tendo uma equipa como FC Porto pela frente", começou por lamentar o treinador da equipa algarvia em conferência de imprensa.

No entanto, Jorge Costa salientou a resposta dos seus jogadores nos últimos 45 minutos, depois de se verem a perder por 2-0: "Na segunda parte rectificamos e tivemos 30 minutos do que é o Olhanense, daquilo que eu quero que seja a minha equipa. Poderíamos ter feito o 2-1 e aí a história do jogo teria sido diferente".

O técnico considera que no fim de contas é "um resultado pesado" para aquilo que a sua equipa acabou por produzir em campo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.