O treinador da Académica, Jorge Costa, apresentou hoje apenas quatro alterações em relação ao “onze” da “era” Villas-Boas, na preparação para o jogo de domingo com o Benfica, no arranque da Liga de futebol 2010/2011.

Na baliza, Jorge Costa apresentou Peiser, em detrimento de Ricardo ou Barroca, os habituais titulares no tempo em que a equipa era orientada por Villas-Boas.

Na defesa, na ala direita surgiu Pedrinho, ao centro Berger e Orlando, enquanto na esquerda esteve David Addy, em vez de Emídio Rafael, jogador que ingressou no FC Porto.

A meio campo, as funções de "trinco" foram desempenhadas por Nuno Coelho, nas alas jogou Diogo Melo, em vez de Tiero, e ainda Diogo Gomes.

Na linha mais ofensiva, Sougou e Diogo Valente, que substitui João Ribeiro, foram os “extremos” de serviço, e no meio esteve Miguel Fidalgo.

Este "onze" tem sido uma constante nas “peladinhas” dos treinos e nos jogos de pré-época.

A Académica desloca-se domingo ao Estádio da Luz para disputar o respectivo jogo da primeira jornada da Liga de futebol, com início às 20:15.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.