"Parece-me que é um resultado curto para o que produzimos, não fomos eficazes, mas pela forma como jogámos sabe a pouco", revelou Jorge Costa no final do encontro com o Belenenses, em que as duas equipas não foram além de um empate (0-0).

O técnico dos algarvios assegurou não ter "razão de queixa dos jogadores", mas já não disse o mesmo da actuação do árbitro Paulo Baptista. "Os jogadores têm sido brilhantes e só não temos três pontos por ineficácia e por erros de arbitragem", atirou Jorge Costa, lamentando uma alegada "dualidade de critérios" do juiz de Portalegre.

Porém, o empate não esmoreceu o optimismo do treinador, de 38 anos. "Quem joga com a qualidade que nós apresentámos, o futuro só pode ser risonho".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.