Jorge Costa acredita que o FC Porto ainda tem um longo caminho a percorrer. O antigo defesa central do clube ‘azul e branco’ analisou a equipa orientada por Nuno Espírito Santo esta temporada. Em declarações ao jornal ‘Record’, o antigo camisola 2 defendeu que há muitos aspetos em falta devido à juventude, mas que vê muitas melhorias.

"O FC Porto é uma equipa que ainda está em crescendo, é muito jovem, chegaram vários jogadores novos e penso que ainda é bastante irregular. Ainda não é uma equipa com maturidade e durante os jogos não consegue manter o equilíbrio de uma equipa experiente e madura. Mas está a melhorar cada vez mais, continua a crescer e tenho a certeza de que vai dar muita luta em todas as frentes".

Jorge Costa é considerado por muitos um dos símbolos do FC Porto. Associado a títulos europeus, o agora treinador defende que já não existem referências como as de antigamente. O importante são jogadores de qualidade com afinidade pelo emblema.

“Essas referências já não existem. Isso acabou! Não há mais neste futebol. Tem de haver, sim, jogadores com qualidade, que gostam do clube, tem de haver trabalho e penso que esse é um caminho para o sucesso. Muitas vezes perguntam-me pelo tempo de jogadores como Paulinho Santos, Jorge Costa, Baía e o João Pinto. Foram jogadores que tiveram o seu passado no clube, que vão ser relembrados para sempre, mas não vale a pena estarmos a tentar comparar".

Jorge Costa foi um dos jogadores que estiveram presentes quando o FC Porto venceu a última Liga dos Campeões em 2004. O defesa central integrava o plantel que trinfou na Alemanha frente ao Mónaco por 3-0 sob o comando de José Mourinho. A carreira de Jorge Costa fica ligada ao FC Porto como um dos ‘históricos’ do clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.