Jorge Costa revelou que tinha muitas discussões com Mário Jardel quando estavam em campo. Em entrevista ao Porto Canal, o antigo defesa dos ‘dragões’ e um dos jogadores mais acarinhados do FC Porto afirmou que o avançado acabava sempre por levar a melhor em prol dos golos que marcava.

“Tinhas grandes guerras durante uma partida com o Jardel. Ele acabava sempre por me calar e dizia para eu falar agora. Chamava-o de tudo... Vês uma equipa toda a trabalhar e o Jardel. Só que faz dois, três, quatro golos”.

Depois de 13 anos ao serviço do FC Porto onde conquistou vários troféus, Jorge Costa enveredou por uma carreira enquanto treinador. Enquanto esteve no Estádio do Dragão foi treinado por vários técnicos que passaram pelo comando técnico da equipa. Para o ‘Bicho’, António Salvador foi o que mais o influenciou.

“O António Oliveira era um caso especial. Gosto muito dele. Ele tinha a capacidade de mexer connosco com a mística, a guerra. Com Robson era o jogo pelo jogo. Corremos, rematamos e ganhamos. Com Oliveira era mais a vertente psicológica, mais emocional”.

Após ter pendurado as ‘chuteiras’, Jorge Costa assumiu-se como treinador. Depois de ter orientado equipas em Portugal, Roménia e Chipre, aceitou o desafio de orientar a seleção do Gabão onde está na quinta temporada seguida.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.