O Desportivo de Chaves regressou hoje às vitórias na I Liga portuguesa de futebol, ao derrotar em casa o Belenenses, por 3-1, depois de ter estado a perder neste jogo da sétima jornada.

Domingos Duarte, à passagem da meia hora, deu vantagem ao Belenenses no Estádio Municipal de Chaves, mas Braga, aos 75, de grande penalidade, Bataglia, aos 83 e William, aos 85, deram o primeiro triunfo em casa aos flavienses e impuseram a segunda derrota no campeonato ao clube de Lisboa, depois de cinco jogos sem perder.

"Acho que o mérito desta vitória se deve a quem esteve diretamente envolvido no jogo, não apenas aos jogadores que entraram ao intervalo. Queria expressar uma coisa: eu enquanto treinador, e acho que é um sentimento partilhado por todos os treinadores, vivo para sentir aquilo que um jogo destes me fez sentir. Fizemos uma boa primeira parte, acho que o resultado ao intervalo era tremendamente injusto porque o Belenenses fez um único remate, aquilo nem é um remate, é uma bola pingada de um lance dividido com o guarda-redes dentro da pequena área, mas não fez absolutamente mais nenhum e nós fizemos e fomos procurando marcar, por isso, o sentimento ao intervalo era de injustiça. A segunda parte foi na procura de virar o resultado. Eu sinto uma felicidade enorme por os jogadores me terem feito sentir o que senti no jogo de hoje, e não é muito comum de acontecer", começou por dizer Jorge Simão após o final do jogo.

"Acho que quem esteve a assistir ao jogo de hoje vibrou com esta rapaziada, por isso, o mérito é absolutamente para eles", sentenciou o técnico dos flavienses.

Depois de ter sofrido a sua primeira derrota na ronda anterior, ao perder em casa com o Benfica, o Chaves subiu provisoriamente ao quinto lugar, com 12 pontos, enquanto o Belenenses segue em oitavo, com nove.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.