O Sporting venceu hoje o Vitória de Setúbal, por 1-0, no jogo de abertura da segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol, decidido por uma grande penalidade aos 86 minutos.

O holandês Bas Dost, melhor marcador da última edição do campeonato, estreou-se a marcar esta temporada, ao converter a grande penalidade, a quatro minutos dos 90.

No final do jogo, José Couceiro, treinador do Vitória de Setúbal, mostrou-se naturalmente insatisfeito com o resultado final depois de uma partida muito intensa.

"Todas as derrotas são dolorosas, porque ninguém prepara uma equipa para perder, mas é uma desilusão perder perto do fim", começou por dizer José Couceiro.

"Foi um jogo em que o Sporting nos pressionou muito, mas conseguimos defender bem, raramente conseguiram explorar o espaço interior e criar-nos desequilíbrios, mas os campeonatos fazem-se é com pontos e precisamos de ganhar jogos para ficarmos mais próximos dos nossos objetivos", acrescentou o técnico dos sadinos.

Já em relação ao lance de Bas Dost que deu origem à grande penalidade, o técnico do Vitória de Setúbal não quis alongar-se nos comentários.

"Ainda não o vi, é difícil analisar sem ver uma repetição, foi do lado contrário ao meu banco e não vou comentar", sentenciou Couceiro aos microfones da Sport TV.

Com este triunfo, os ‘leões’ passam a somar os seis pontos possíveis em duas rondas, enquanto o Vitória de Setúbal se mantém com um ponto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.