O vice-presidente do Benfica, José Eduardo Moniz, recorreu esta quinta-feira à sua conta pessoal do Facebook para esclarecer as suas declarações à revista Sábado sobre a última conferência de Luís Filipe Vieira em que o líder dos 'encarnados' justificou as razões que o levaram a recuar na decisão de despedir Rui Vitória.

"Anda por aí alguma gentinha tentando ver em declarações que fiz, enquanto jornalista, intenções e propósitos relativamente ao Benfica, que não têm pés nem cabeça", começa por escrever José Eduardo Moniz.

"Para descansar os incautos e as mentes doentias, esclareço já que não alimento a ambição de ser presidente do clube, que reafirmo que o Benfica deve muito a Luís Filipe Vieira e que ele sabe bem que tudo farei para que o clima de tranquilidade e estabilidade, que sempre defendi, se mantenha. Só assim atingiremos os nossos objectivos", acrescentou o dirigente do Benfica.

"Descansem que não será do meu lado que se abrirão fracturas no Benfica. Nem sequer percebo as razões para tanto histerismo nem o aproveitamento que querem fazer do que afirmo enquanto jornalista de profissão", sentenciou José Eduardo Moniz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.