O treinador dos gilistas reconheceu a superioridade do FC Porto neste encontro, porém considera que a sua equipa deixou uma melhor imagem do aquela que tinha ficado no encontro com o Benfica da jornada anterior.

“São dois jogos completamente distintos. Pretendíamos um resultado diferente, mas sabendo que era contra uma equipa muito forte no seu reduto. O FC Porto dominou e foi um justo vencedor. Na semana passada, o Benfica fez dois golos nas duas primeiras oportunidades, o que tornou o jogo muito diferente. Hoje, o FC Porto também foi melhor, mas parece-me que fomos mais organizados. Estes jogos são sempre difíceis para que equipas como o Gil Vicente consiga pontuar», declarou o técnico à Sport TV.

José Mota acredita ainda que nestes dois últimos jogos da prova poderá tirar a equipa da zona de despromoção.

“Passámos este ciclo difícil, agora temos que perceber que temos dois jogos muito importantes para vencer e continuar a acalentar a esperança de continuar na Liga. O próximo adversário é o Penafiel, que lutou por alcançar uma classificação melhor. Será extremamente difícil, como foi hoje. O FC Porto não era o melhor adversário neste momento”, explicou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.