O Sporting venceu em casa o Nacional por 5-2, depois de ter estado a perder por 2-0, na 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, mantendo-se no segundo lugar, a dois pontos do FC Porto.

O holandês Bas Dost, aos 35 e 87 minutos, ambos de penálti, Bruno Fernandes, aos 70 e 90+1, e o francês Mathieu, aos 75, de livre direto, marcaram para os ‘leões’, depois dos golos de João Camacho, aos seis, e do sérvio Palocevic, aos 25.

Com este triunfo, o sexto em seis jogos na ‘era’ Marcel Keiser e o sexto consecutivo no campeonato, o Sporting passou a somar 31 pontos, enquanto o Nacional, que não perdia há quatro encontros, manteve-se com 13, no 13.º lugar.

No final do jogo, Jota foi o representante da equipa do Nacional da Madeira chamado a analisar o jogo na flash interview da Sport TV.

"Acho que acaba por ser um resultado um bocado dilatado, especialmente na segunda parte. Fizemos uma grande primeira parte, viemos a um estádio em que é difícil jogar o jogo pelo jogo, mas agora temos de levantar a cabeça e continuar a trabalhar", começou por dizer Jota.

"Acreditámos sempre [no resultado]. O míster no início da semana disse-nos que vínhamos aqui lutar pelos três pontos e foi isso que fizemos. Na primeira parte estivemos por cima, mas na segunda parte foi complicado, contra uma equipa que é muito difícil de ganhar. Queria deixar aqui também uma palavra de apoio ao Nuno Pinto", sentenciou o jogador do Nacional da Madeira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.