Depois de não terem alinhado no teste contra jovens da equipa B e sub-23 do Benfica, Jota, Zivkovic e Dyego Sousa voltaram a ficar sem minutos no exame frente ao Estoril, no sábado passado, mostrando assim que a porta de saída está cada vez mais aberta ao trio.

Isto porque, indica o jornal O Jogo, as chegadas de Everton, Waldschmidt e Pedrinho, este último assegurado antes da chegada de Jorge Jesus, limitam o espaço tanto de Jota como de Zivkovic. O jovem português somou poucos minutos com Rui Vitória, Bruno Lage e Nélson Veríssimo, mas a não utilização nos dois particulares feitos provam que o cenário não deverá melhorar para Jota.

Zivkovic, que se prepara para entrar na última época de um contrato milionário, onde vai passar a ganhar cinco milhões de euros brutos, também deverá receber guia de marcha, assim como Dyego Sousa, ele que está cedido até dezembro pelo Shenzhen FC, da China.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.