O futebolista alemão Julian Weigl, que assinou com o Benfica até 2024, disse hoje que o clube "é, de facto, um grande clube, com uma grande história", nas primeiras declarações à BTV.

"Tive boas conversas com Rui Costa e com o presidente [Luís Filipe Vieira], e senti que eles queriam mesmo que viesse para o Benfica. Tive um sentimento especial durante essas conversas e ficou claro para mim que queria fazer esta mudança. Também conheço a atmosfera que se vive no Estádio, joguei aqui pelo Borússia Dortmund, os adeptos são ótimos e estou ansioso por jogar para eles", disse à BTV.

O médio alemão admitiu ter perguntado pelo Benfica ao belga Axel Witsel, que jogou na Luz, e ao internacional português Raphael Guerreiro, jogadores que foram seus companheiros no Dortmund.

"Sim, primeiro falei com Witsel, e também falei com Raphael Guerreiro, que não jogou cá, mas que também gosta muito do clube. Só ouvi coisas boas. Foi bom, para mim, saber que outras pessoas têm o mesmo sentimento que eu", acrescentou o jogador.

O Benfica confirmou hoje, através de comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que Weigl realizou com sucesso os exames médicos e que celebrou um contrato com o clube válido até 2024.

“A Benfica SAD informa que o jogador Julian Weigl realizou exames médicos com sucesso e celebrou com esta Sociedade um contrato de trabalho desportivo que vigora até 30 de junho de 2024, o qual inclui uma cláusula de rescisão no valor de 100 milhões de euros”, pode ler-se no texto enviado à CMVM.

Na sequência do acordo com o Borussia Dortmund, a SAD ‘encarnada’ confirmou, ainda, a efetivação da aquisição da totalidade dos direitos de Julian Weigl pelo montante de 20 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.