Em comunicado, a Juventude Leonina comentou o clima de instabilidade no Sporting e ressalva que "Não é com guerras de comunicados entre presidente e jogadores que as coisas se resolvem".

Comunicado na íntegra

Relativamente aos recentes acontecimentos no seio do Sporting Clube de Portugal, principalmente no que diz respeito à equipa de futebol profissional, vem a Juventude Leonina tomar a seguinte posição:

"A Juventude Leonina é uma claque com 42 anos de existência e com mais de 8 mil sócios, que fazem km e km, faça chuva ou faça sol, para apoiar o nosso grande amor Sporting Clube de Portugal.

A Juventude Leonina não apoia um presidente, um treinador ou um jogador, nós apoiamos a instituição, pois acima de tudo e de todos está sempre, o grande Sporting Clube de Portugal. Passam dirigentes, treinadores e jogadores, mas o maior património do clube fica, os sócios.

Não é com guerras de comunicados entre presidente e jogadores que as coisas se resolvem, é no seio da família leonina. O que a Juventude Leonina exige a todos os profissionais que representam o Sporting Clube de Portugal é atitude, compromisso, que honrem e dignifiquem um clube centenário, pois acima de tudo está o Sporting Clube de Portugal!
A Juventude Leonina estará atenta e não irá permitir que ninguém ponha em causa o nome e imagem do Sporting Clube de Portugal.

Contra o Paços, faremos o nosso trabalho, o de apoiar do primeiro ao último minuto, a quem entrar em campo exigimos respeito, atitude, garra e querer. Insubstituível só o Sporting Clube de Portugal!
UM DIA JUVE LEO, JUVE LEO ATÉ MORRER!"

Recorde-se que Bruno de Carvalho confirmou este domingo os processos a jogadores do clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.