O Sporting venceu esta quarta-feira o Vitória de Guimarães por 1-0, em jogo a contar para a 20ª jornada do campeonato, e assumiu a liderança da prova à condição com um golo solitário do central francês Mathieu.

No regresso ao Estádio de Alvalade após a conquista da Taça da Liga, o Sporting apresentou três alterações no onze titular em relação à equipa que venceu o Vitória de Setúbal. Jorge Jesus deixou no banco de suplentes Piccini, Bryan Ruiz e Freddy Montero e apostou num onze com Ristovksi, Battaglia e Rúben Ribeiro a titulares. Na baliza, Rui Patrício manteve a titularidade com um quarteto defensivo constituído por Ristovksi, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão. No meio campo, William Carvalho fez dupla com Battaglia no centro, com Bruno Fernandes e Acuña nos corredores. Na frente de ataque, Bas Dost e Rúben Ribeiro foram os eleitos para jogar no setor mais ofensivo dos 'leões'.

Já em relação ao Vitória de Guimarães, Pedro Martins fez duas alterações em relação ao último jogo com o Estoril-Praia no triunfo por 3-1 no Estádio D. Afonso Henriques. Vítor Garcia foi substituído por Rafael Miranda enquanto que Fábio Sturgeon ocupou o lugar de Heldon, que ficou fora dos convocados por ser jogador do Sporting. Com Douglas na baliza, o Vitória de Guimarães apresentou-se em Alvalade com um quarteto defensivo constituído por: João Aurélio, Pedro Henrique, Jubal e Konan. No meio-campo, Pedro Martins apostou em Rafael Miranda, Wakason e Hurtado, enquanto que na frente de ataque Tallo Junior é a principal referência do Vitória SC com Sturgeon e Raphinha nas alas.

A precisar de capitalizar os empates de FC Porto e Benfica para assumir a liderança à condição, a equipa de Jorge Jesus entrou em Alvalade a jogar em pressão alta. A equipa de Pedro Martins não estranhou a entrada forte dos 'leões' de Jorge Jesus e procurou anular o adversário jogando muito próximo dos centrais do Sporting.

Com Bruno Fernandes mais descaído pelo lado direito, a equipa do Sporting entrou determinada em visar rapidamente a baliza de Douglas com muitos passes para Bas Dost, mas o avançado holandês surgiu sempre muito sozinho e as jogadas de perigo acabavam por perder-se.

O primeiro remate do jogo surgiu aos 12 minutos por Raphinha, que à entrada da grande área do Sporting dominou com o pé direito e tentou o remate de primeira com o pé esquerdo, mas por cima da barra de Rui Patrício. O Vitória SC não se ficou por aqui, e no minuto seguinte foi Rui Patrício a impedir o golo dos visitantes após um remate violente de João Aurélio. O lateral direito do Vitória de Guimarães surgiu em boa posição e num remate violento obrigou o guardião leão a uma defesa apertada para canto.

O Sporting reagiu de imediato e aos 16´minutos foi Rúben Ribeiro a tentar a sua sorte com um remate de primeira após um cruzamento no lado esquerdo que não foi interceptado por ninguém da defensiva vimaranense.

Aos 19' minutos, Raphinha tirou Fábio Coentrão da frente e cruzou para a área onde Sturgeon ia abrindo o marcador, mas a jogada acabou por ser anulada no limite pelos defesas do Sporting.

Apesar da pressão alta do Sporting, o Vitória de Guimarães apresentava-se mais perigoso em Alvalade através de transições rápidas. Aos 32' minutos, a equipa de Pedro Martins esteve perto do golo, mas Acuña impediu que Hurtado surgisse na área isolado e abrisse o marcador.

Antes do final da primeira parte, o Sporting esteve perto do golo, mas o remate de William Carvalho acabou por sair para fora com Douglas a controlar a jogada.

E segunda parte começou desde logo com uma grande contrariedade para Jorge Jesus com Bas Dost a lesionar-se e a pedir a substituição. O técnico leonino lançou Doumbia já depois de ter apostado na inclusão de Montero para a etapa complementar do jogo, e coube a Acuña criar o primeiro lance de perigo. Ristovski cruzou para a área, onde o argentino tentou por duas vezes o remate, mas nas duas não conseguiu bater Douglas que impediu o golo inaugural.

Mesmo com as contrariedades do início da segunda parte, o Sporting mostrou-se mais determinado em chegar ao golo e aos 58' minutos foi Douglas a evitar o pior quando Doumbia surgia isolado na grande área vimaranense. William Carvalho fez um passe a rasgar a defensiva do Vitória de Guimarães e isolou Doumbia, mas o avançado leonino, na cara do guardião adversário, não conseguiu fazer o 1-0.

Aos 72' minutos, Bruno César esteve perto de inaugurar o marcador com um remate forte ao poste direito, mas Douglas conseguiu impedir o golo com uma defesa muito apertada.

Com o cronómetro a caminhar rapidamente para o final, o Sporting intensificou ainda mais os ataques à baliza de Douglas e aos 83 minutos Acuña ia fazendo o golo da noite com um remate de primeira, mas Douglas com uma grande intervenção negou o tento ao argentino.

Não marcou Acuña, marcou Mathieu no minuto seguinte na sequência de um cruzamento do argentino. O defesa central subiu até à área contrária e com um remate de primeira bateu o guardião brasileiro para a primeira explosão de alegria em Alvalade.

Antes do apito final, o Vitória de Guimarães ainda teve uma oportunidade para empatar, mas Tallo Junior não conseguiu bater Rui Patrício, que assim segurou o triunfo.

Com este resultado, o Sporting assumiu a liderança provisória do campeonato com 50 pontos, mais um do que o FC Porto, que tem um jogo em atraso, e mais três do que o Benfica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.