A empresa Camposol, sediada em Vila Nova de Milfontes, propôs ao Sporting a remoção completa do actual relvado, uma vez que os tratamentos efectuados após o jogo com o Penafiel têm um efeito positivo bastante limitado, pelo que a substituição total é considerada a única maneira de encontrar alguma estabilidade do campo - este poderá ser o sétimo desde que o estádio foi inaugurado em 2003.

A tipologia do estádio de Alvalade, com bancadas muito fechadas e onde a relva passa muito tempo sem luz do sol e capacidade de respiração, é considerada a origem do problema.

Os custos da operação ainda estão por definir, mas podem chegar aos 100 mil euros.

Recorde-se que já vários jogadores e treinadores se queixaram das condições do relvado de Alvalade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.