A Liga Portuguesa de Futebol Profissional condenou esta madrugada o ataque sofrido pelo plantel no Benfica, quando o autocarro onde seguiam foi apedrejado no caminho de regresso ao Centro de Treinos do Seixal.

A Liga considera o ato de "profundo lamento, ainda para mais numa altura em que o futebol português uniu esforços para retomar uma atividade que faz vibrar milhões de pessoas no nosso país".

O organismo deixa ainda claro que "os autores destes atos não são adeptos de futebol, mas sim criminosos que certamente serão identificados pelas forças de segurança e responsabilizados".

Por fim, Pedro Proença e a Liga apresentam "total solidariedade, reforçando o repúdio que um ato vil como este merece".

Leia o comunicado na integra:

"A Liga Portugal condena veementemente o ataque cobarde de que o plantel do SL Benfica foi alvo, esta noite, após o encontro com o CD Tondela.

O apedrejamento do autocarro da equipa liderada por Bruno Lage é de profundo lamento e repúdio, ainda para mais numa altura em que o futebol português uniu esforços para retomar uma atividade que faz vibrar milhões de pessoas no nosso País.

É absolutamente inaceitável que acontecimentos como estes continuem a ter espaço na sociedade, e muito menos nesta industria, sendo fundamental deixar claro que os autores destes atos não são adeptos de futebol, mas sim criminosos que certamente serão identificados pelas forças de segurança e responsabilizados.

A todos os jogadores, staff técnico, e corpo diretivo da SAD encarnada, a Liga Portugal e o seu Presidente, Pedro Proença, apresentam total solidariedade, reforçando o repúdio que um ato vil como este merece."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.