O Benfica já não depende de si para seguir em frente na Liga dos Campeões e isso causou grande agitação entre vários elementos da direção do clube da Luz, nomeadamente após a derrota com o Belenenses para o campeonato, escreve esta terça-feira o jornal Correio da Manhã.

De acordo com a informação veiculada pelo referido diário, uma parte da estrutura do Benfica já está a dar sinais de preocupação perante a possibilidade de os encarnados deixarem fugir, pelo segundo ano consecutivo, dezenas de milhões de euros provenientes da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Segundo revela o CM, certos membros da SAD do Benfica, assim como o administrador para a área financeira, Domingos Soares de Oliveira, evidenciam nesta altura alguma apreensão com os recentes resultados da equipa comandada por Rui Vitória, sobretudo após a derrota com o Ajax, que deixou o clube da Luz a quatro pontos dos líderes do Grupo E, o que significa que o Benfica até pode vencer os próximos três jogos e não conseguir passar aos oitavos de final.

Ora, a passagem aos oitavos de final da Liga dos Campeões permitia um encaixe de 9,5 milhões de euros ao clube da Luz, sendo que esse objetivo era uma das exigências mínimas impostas pela SAD a Rui Vitória.

Para além da fraca campanha europeia dos 'encarnados', o Benfica somou a primeira derrota no campeonato nacional frente ao Belenenses o que só veio acentuar a pressão em torno da equipa comandada por Rui Vitória.

Perante a possibilidade bem real do Benfica repetir a mediocridade da época passada, a nível europeu e interno, os alarmes da estrutura da SAD estão perto do 'alerta vermelho'.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.