A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) destacou hoje a abertura da Secretaria de Estado da Juventude e Desporto em acolher os contributos do setor com vista à alteração do regime jurídico do combate à violência no desporto.

Além de elogiar a disponibilidade da secretaria de Estado liderada por João Paulo Rebelo para “acolher o contributo do futebol profissional para a elaboração das propostas de alteração à lei”, a LPFP congratulou-se com a “harmonia evidenciada por todas as sociedades desportivas na defesa da segurança dos seus estádios”.

“A Liga e os representantes daquelas sociedades desportivas manifestaram total disponibilidade para colaborarem com o Governo na defesa intransigente da segurança no acesso aos estádios das competições profissionais de futebol com vista à valorização do espetáculo desportivo”, indicou a Liga de clubes.

A nota publicada no site oficial da LPFP surgiu após uma reunião na secretaria de Estado da Juventude e Desporto, sem a presença de João Paulo Rebelo. No encontro destinado a debater propostas de alteração à lei nº 39/2009, que estabelece o regime jurídico do combate à violência no desporto, estiveram a diretora executiva da Liga, Helena Pires, e os diretores de segurança de seis SAD (FC Porto, SL Benfica, Sporting CP, SC Braga, Vitória SC e Estoril Praia.

*Artigo corrigido

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.