Após a conclusão da Assembleia Geral Extraordinária da Liga, que decorreu esta terça-feira, a diretora executiva do organismo, Sónia Carneiro, revelou que o organismo reunirá em breve com a Direção Geral de Saúde de forma a pedir que esta autorize o regresso dos adeptos aos estádios já no arranque da temporada 2020/21.

"Todos percebemos, nestas últimas jornadas, que o público é o coração deste jogo. Foi triste ver as bancadas vazias. Já pedimos uma reunião com a DGS para abordar, de novo, este assunto. Queremos ter um tratamento idêntico ao de outros espetáculos e começar, paulatinamente, a ter público nos estádios, já a partir do início da próxima época", apontou Sónia Carneiro.

Na Assembleia Geral, recorde-se, foram aprovadas alterações ao Regulamento das Competições que passam pela criação de um play-off a duas mãos entre o 16.º classificado da Liga e o 3.º da Liga 2, um modelo transitório da Taça da Liga, com apenas oito equipas (os seis primeiros classificados da Liga e os dois primeiros da Liga 2), a  manutenção da possibilidade de serem efetuadas cinco substituições durante os jogos e ainda a uniformização dos critérios de desempate ao longo da época desportiva, que passam ser aplicadas em cada jornada e não apenas no final das competições, evitando que a classificação das equipas em igualdade pontual seja apresentada em virtude do 'goal average' ao longo da prova e respeitando o confronto direto entre elas na tabela final.

No que toca ao regulamento disciplinar, foram aprovadas medidas punitivas relativas a comportamentos discriminatórios de género e orientação sexual, como a interdição temporária de um setor específico de determinado estádio, assim como eventual interdição por exibição de tarjas com teor discriminatório.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.