“A Europa não vai ser e, juntamente com oito ou nove equipas, vamos lutar pela manutenção. Sabemos que são estas as nossas limitações e o nosso objectivo”, disse aos jornalistas o treinador, no final da apresentação da equipa aos sócios, no auditório municipal de Portimão.

O Portimonense que regressa ao escalão máximo do futebol português após 20 anos de ausência, apresentou hoje 21 jogadores do plantel, com 12 reforços, entre os quais o guarda-redes Nuno Santos (ex-Vitória de Setúbal), o avançado Candeias, cedido pelo FC Porto e que estava emprestado ao Paços de Ferreira, o médio Peña (ex-Sporting de Braga) e o avançado sul-africano Calvin Kadi, de 22 anos, terceiro melhor marcador da Liga daquele país africano.

Segundo Litos, o plantel ainda não está fechado, “falta um avançado e um lateral com polivalência nas laterais e os dois jogadores do Porto, entre eles André Pinto”.

“Estamos à espera que os jogadores do FC Porto cheguem a qualquer momento. As coisas não se resolveram da forma que estávamos à espera, porque há aspectos a serem tratados, mas estamos confiantes de que brevemente esses jogadores possam integrar o plantel”, destacou o treinador.

Com um orçamento total de 1,5 milhões de euros para a época 2010/2011, dos quais um milhão destinado à equipa de futebol, o Portimonense realiza o primeiro encontro da nova temporada diante do Sporting de Braga.

O Portimonense realiza no sábado um encontro particular de preparação com o Brighton, clube 13.º classificado da Liga inglesa, no Parque Desportivo da Nora, nas Ferreiras (Albufeira).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.