Lucho González afirmou, em entrevista publicada esta sexta-feira pelo jornal ‘O Jogo’, que a escolha do avançado colombiano Jackson Martinez é uma boa escolha. Para o antigo capitão dos ‘dragões, a escolha de ‘Cha cha cha’ é justa considerando o trabalho dele pelo FC Porto.

"A decisão de nomear Jackson como capitão de equipa aprece-me, obviamente, acertada. Todos o reconhecem como um excelente profissional e tê por ele uma enorme admiração, que começa, aliás na forma como ele treina. Além disso, é claro que já demonstrou em campo tudo aquilo que vale, as imensa qualidades que fazem dele um goleador de eleição. Que seja o capitão do FC Porto é algo que o plantel deve encarar como justo", admitiu.

Sobre o posicionamento de Ricardo Quaresma na hierarquia do balneário do FC Porto, o internacional português admite que não sabe muitos detalhes sobre a situação, mas que Quaresma é um dos jogadores mais influentes do plantel e possuiu muito carinho pelo clube.

"Não conhecendo em detalhe o que se passou com Ricardo Quaresma, lembro que o FC Porto teve sempre, pelo menos, dois ou três capitães. No atual plano, acredito que tanto o Helton como o Quaresma e o Maicon também têm muito a dar ao plantel. É verdade que o Ricardo [Quaresma] tem uma personalidade muito especial. Ele é crescido, maduro e profissional de certeza que o continuará a ser, carregando ou não a braçadeira de capitão. O Ricardo [Quaresma] quer sempre o melhor para o FC Porto", concluiu.

O antigo jogador dos ‘dragões’, que agora atua no Al-Rayyd do Catar, já trabalhou com os dois jogadores durante as suas passagens pelo FC Porto. Lucho González foi colega de equipa de Quaresma na era Jesualdo Ferreira e de Jackson Martinez na temporada passada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.