O lucro registado no primeiro trimestre de 2009/2010 é superior aos 6,8 milhões de euros registados pela SAD dos tetracampeões nacionais no período homólogo de 2008/09.

O resultado operacional permite o reforço dos Capitais Próprios em 23,5M€, atingindo em 30 de Setembro de 2009 o valor global 46,1M€, superior a metade do capital social, pelo que a sociedade se encontra agora fora do âmbito do artigo 35.º do Código das Sociedades Comerciais.

No primeiro trimestre de 2009/10, os resultados operacionais ascendem a 24,6 milhões de euros, valor que resulta do aumento dos resultados com transacções de passes de jogadores e que representa um acréscimo de 15,5 milhões de euros relativamente ao primeiro trimestre de 2008/09.

Para estes resultados contribuiram de forma significativa as transferências de jogadores como Lisandro, Cissokho, Ibson e Paulo Machado.

Face a 30 de Junho de 2009, o activo total da SAD do FC Porto cresce 19,1 milhões de euros, atingindo um montante global de 202,7 milhões de euros, fundamentalmente pelos investimentos realizados em novos jogadores.

Quanto ao passivo, registou-se uma diminuição de 4,4 milhões de euros relativamente a 30 de Setembro, fixando agora o valor acumulado em 150 milhões de euros. Neste particular, regista-se a redução dos empréstimos bancários em 15,8 milhões de euros desde 30 de Junho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.