O treinador do Rio Ave, Luís Castro, disse hoje esperar que a sua equipa "jogue bem e ganhe" a partida deste sábado, frente ao Paços de Ferreira, da jornada 23 da I Liga de futebol.

Depois de três jogos consecutivos sem vencer - com duas derrotas e um empate -, o técnico da formação vila-condense resumiu, de forma simples, a sua expectativa para este desafio.

"É importante fazer um bom resultado, e se for assente num bom jogo ainda melhor", afirmou.

Aludindo à ultima prestação da equipa, na derrota, frente ao Sporting, em Alvalade, por 1-0, o Luís Castro considerou que o Rio Ave "merecia nesse jogo ter ido a pontos", reconhecendo que nem sempre o desfecho é consonante com o trabalhado protagonizado.

"Já atravessámos alguns jogos em que não merecíamos ter atingido um resultado positivo e conseguimo-lo, como em outros em que merecíamos ter ganho e não aconteceu. A equipa tem de estar tranquila e serena, pois só no fim se faz contas", vincou.

Precisamente sobre essas contas, o treinador da formação do foz do Ave continua a insistir que o principal objetivo da equipa é "uma classificação nos oito primeiros lugares do campeonato", afastado, por enquanto, uma candidatura à Europa.

"O que sempre disse desde a minha apresentação é que queríamos ficar nos oito primeiros lugares. Neste momento estamos a um ponto disso. Quando o conseguirmos, e se for possível, aí sim poderemos vir a lutar pelo quinto ou sexto posto. Por enquanto, apenas podemos prometer trabalho", reiterou.

E trabalho é aquilo que Luís Castro considera fundamental para que a sua equipa possa superar, este sábado, o Paços de Ferreira, adversário ao qual o treinador reconhece qualidade.

"Fez um bom jogo na última jornada, frente ao Vitória de Setúbal, conseguiram traduzir em pontos a exibição. Perspetivo, por isso, um jogo difícil este sábado", antecipou o treinador do Rio Ave.

Questionado se Welthon, ponta de lança dos ‘castores’ que se tem notabilizado pelos golos apontados esta época, terá algum tipo de marcação especial, Luís Castro prefere olhar para a força do coletivo do Paços de Ferreira e para aquilo que a sua equipa pode fazer.

"O Paços de Ferreira tem um bom ataque, com um ponta de lança que tem feito muitos golos. É uma equipa competente, que respeitamos, mas confio nos meus jogadores para a travar", vincou.

O Rio Ave, 10.º classificado com 28 pontos, recebe este sábado o Paços de Ferreira, 14.º com 23, numa partida agendada para as 20:30, que terá arbitragem de Tiago Antunes, da Associação de Futebol de Coimbra.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.