O administrador executivo da Sporting SAD, Luis Duque, disse hoje na Figueira da Foz esperar que os factos anómalos que se passam fora do futebol do clube fiquem à porta da Academia de Alcochete.

«Se nos deixarem trabalhar e aqueles factos anómalos que se passam fora do futebol pararem e nos derem tranquilidade, garanto que estamos a preparar uma grande época», vincou.

Quando questionado sobre se os «factos anómalos» tinham origem dentro ou fora do clube, o novo “homem forte” do futebol “leonino” afirmou: «Infelizmente, nesta altura, estão dentro, mas espero que se resolvam rapidamente e que fiquem à porta de Alcochete».

O dirigente, acompanhado de Manuel Fernandes, esteve na Figueira da Foz a assistir ao jogo da fase final do Campeonato Nacional de juniores entre Naval 1.º de Maio e Sporting, que os “leões” venceram por 2-1.

«Estamos a caminho de Guimarães, onde vamos estar com a equipa principal. Todavia, passámos por aqui para observar e dar apoio a estes jovens, que serão o futuro do Sporting», justificou.

Luís Duque, que regressou ao Sporting depois das eleições de sábado, que elegeram Luís Godinho Lopes como presidente, frisou: «O futuro do Sporting não se esgota neste campeonato. Estou convicto de que o futuro está bem entregue e tenho também muitas esperanças sobre o presente».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.