Luís Gonçalves, diretor geral da SAD do FC Porto, foi suspenso por 30 dias e multado em 1913 euros na sequência de "injúrias e ofensas à reputação da equipa de arbitragem" após o encontro com o SC Braga, no último sábado.

"No túnel de acesso aos balneários, dirigiu-se ao 4.º árbitro exaltado e a gritar 'Nós sabíamos o que vinhas tudo para aqui fazer, nós vamos conversar mais tarde, a tua carreira vai ser curta'", pode ler-se no mapa de castigos do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, com base no relatório do árbitro principal do encontro, Hugo Miguel.

Já Rui Lowden, team manager dos 'dragões', foi suspenso por dois dias e multado em 383 euros: "Aquando o conflito junto do banco de suplentes do FC Porto, dirigiu-se para o árbitro com intuitos agressivos. Não tendo chegado mais próximo por ter sido agarrado por outros elementos do banco."

O FC Porto foi ainda multado em 5.738 euros por comportamento incorreto do público.



Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.