Pedro Madeira Rodrigues, candidato derrotado por Frederico Varandas nas eleições de há um ano, deixou críticas ao presidente do Sporting pela saída de Marcel Keizer.

"Envolvo todos os adeptos nisto, porque a culpa não é só do Varandas que, coitado, teve um deslumbramento de querer ser presidente do Sporting, sem ter a mínima competência para tal, e achar que está rodeado de uma equipa, que deve ter feito um finca-pé para mandar o Keizer embora. É a liderança que tem, a incapacidade que demonstra a tomar esta decisão. Vai levar umas palminhas dos adeptos, que daqui a nada já pedem a cabeça do próximo", disse Madeira Rodrigues à Rádio Renascença.

O antigo candidato questiona ainda o 'timing' da decisão de demitir Keizer, quatro jornadas após o arranque do campeonato, e recordou Bas Dost.

"O Peseiro era aposta, foi assim que foi eleito presidente, porque dizia que o Peseiro era a sua aposta, mas mandou embora à primeira oportunidade, como fez com o Keizer, que ganhou dois troféus, e agora sai na quarta jornada. O novo treinador já sabe o que vai acontecer quando falhar, e não teve voz nenhuma na preparação do plantel. Se tinham dúvidas com Keizer, colocavam logo outro treinador a preparar a época", disse.

"O que me veio à cabeça foi para voltar o Bas Dost. O treinador que não o sabia usar foi-se embora, então o Bas Dost saiu porquê? É a pergunta que muitos adeptos estão a fazer, e que mostra a total falta de preparação de quem lidera", observou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.