"O Nacional está a criar uma manobra de diversão devido a um erro que cometeu. Porque não faz sentido adiar-se um jogo só porque o Belenenses fez um concerto e estragou a relva e marcar-se esse jogo no meio de duas datas FIFA, 10 e 14 de Outubro", afirmou Manuel José, na conferência de imprensa de antevisão do jogo de sábado entre Angola e Malta, adversário de Portugal na fase de qualificação para o Mundial2010.

O técnico português defende que os responsáveis do Nacional "cometeram um erro e não conhecem os regulamentos da FIFA, porque nos regulamentos diz que a equipa que ceder três jogadores para selecções pode adiar o jogo".

"O Manuel Machado (treinador do Nacional) ligou-me ontem (quinta-feira) e disse-lhe isso. E ele respondeu-me que não têm três jogadores, têm cinco. Mais uma razão, disse eu. E se quiserem ainda estão a tempo de adiar o jogo", acrescentou.

O treinador, que quinta-feira orientará os Palancas Negras contra Malta em Vila Real de Santo António, quatro dias antes de Portugal defrontar a equipa europeia em Guimarães, no último jogo de qualificação para o Mundial2010, frisou que "esta não é a selecção do Manuel José, é a selecção da República de Angola".

"Estou aqui para defender os interesses da selecção de Angola. O Mateus é um bom jogador, um jogador importante para o Nacional e espero que seja um jogador importante para nós também. Espero que ele tenha muito mais protagonismo este ano na selecção de Angola do que teve no passado, porque é um excelente jogador ", disse o técnico.

Manuel José frisou, no entanto, que Angola "não o pode ceder porque tem muito pouco tempo para preparar a equipa" para a Taça das Nações Africanas, que vai organizar em 2010.

"E eles cometem outro erro ao dizerem que aquilo é um jogo amistoso. Eles desconhecem outra vez a realidade, porque para os países que organizam, como a África do Sul, que vai organizar o Campeonato do Mundo, e Angola, que vai organizar a Taça das Nações Africanas, estes jogos representam datas FIFA. Simplesmente as equipas que organizam já estão qualificadas e portanto nós não temos obrigação absolutamente nenhuma de ceder jogadores", defendeu.

Manuel José considerou ainda que o Nacional está a fazer "uma manobra de diversão" ao "dizer que o Mateus lesionou-se e tiveram muita paciência".

Para Manuel José, os responsáveis do Nacional "deviam era arcar com as responsabilidades porque desconhecem os regulamentos da FIFA".

"E o Belenenses agora deve estar a esfregar as mãos, porque cinco jogadores titulares do Nacional não podem jogar, ou seja 50 por cento da equipa. É um erro crasso por parte da Direcção do Nacional da Madeira, que agora quer atirar as culpas para cima do Manuel José", opinou.

Manuel José concluiu dizendo que "se fosse treinador, director ou presidente do Nacional da Madeira nunca concordaria fazer o jogo em atraso com o Belenenses entre duas datas FIFA".

O Nacional repudiou quinta-feira a "falta de sensibilidade do seleccionador de Angola", que convocou o avançado Mateus para dois jogos particulares quando a equipa da Liga tem um confronto em atraso com o Belenenses.

Em comunicado publicado na sua página oficial na Internet, o Nacional informou que vai "fazer chegar aos responsáveis pela Federação Angolana de Futebol a sua indignação por esta clara falta de sensibilidade do respectivo seleccionador".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.